Post nº 10 /12 IRS

Março 8, 2012

Casei em Setembro. Eu e a minha mulher devemos entregar declarações separadas em relação ao período em que estivemos solteiros?
– Não. Entreguem apenas uma declaração conjunta. O fisco considera a situação familiar do contribuinte a 31 de Dezembro do ano a que respeita a declaração. Aí, inclua os rendimentos obtidos por todos os elementos do agregado familiar em 2011, antes e depois do casamento.


Post nº 9/12 IRS

Março 7, 2012

No ano passado fiz um donativa de €200,00 a uma Instituição de solidariedade. Posso deduzir este montante no IRS?
– Esse valor pode ser consideradocomo um donativo desde que a instituição de solidariedade seja reconhecida pela Lei do Mecenato. Confirme-o junto da instituição. Se for uma entidade de apoio à infância, o donativo é majorado em 140 por cento. Inscreva o montante doado no quadro 7 do anexo H com o código728. No entanto, este benefício tem um limite máximo de 100€.


Post nº 8/12 IRS

Fevereiro 29, 2012

A Agência de Documentação das Mouras, em Lisboa, encarrega-se de preencher, entregar e fazer a simulação do seu IRS. Nós tratamos de tudo!


Post nº 7/12 IRS

Fevereiro 29, 2012

Começa amanhã a entrega do IRS


Post nº 6 – IRS

Fevereiro 23, 2012

O meu filho tem 19 anos e terminou o 12º ano em Junho. Como não entrou para a universidade, ainda é considerado dependente?
– Os jovens com menos de 25 anos e rendimentos inferiores à remuneração mínima anual que não tenham entrado para a universidade, devido às vagas limitadas, podem ser considerados dependentes e incluídos na declaração de IRS dos pais, excepcionalmente nesse ano.


Post nº 5/12 – IRS

Fevereiro 22, 2012

A minha filha tem 18 anos e além de estudar, em Outubro começou a trabalhar. Devo inclui-la no meu IRS?
– Pode incluir a sua filha na declaração de IRS desde que o valor ganho não exceda a remuneração mínima mensal anual (€ 6790) e esta tenha frequentado, pelo menos, o 11º ano. Apresente os rendimentos dela na quadro 4 do anexo A, se forem de trabalho dependente, ou no anexo B, se independente. Caso contrário, a sua filha perde o estatuto de sua dependente e terá de entregar uma declaração individual.


Post nº4/12 IRS

Fevereiro 21, 2012

Vivo com o meu namorado há 3 anos mas não alterámos a nossa morada nas Finanças. Como tivemos agora um filho, podemos entregar uma declaração conjunta?
– Não.Apesar de terem um filho em comum, só podem entregar a declaração de IRS em conjunto se tiverem a mesma morada fiscal há, pelo menos 2 anos. O tempo começa a contar a partir da data em que a morada é alterada nas Finanças.Se casarem, é automático. O filho só pode ser incluído numa declaração, bem como as despesas, por exemplo de saúde. A senhora e o namorado têm de decidir em que declaração incluir o filho. Em casa de dúvida, inclua o filho na declaração de quem tiver rendimentos mais elevados.


Post nº 3/12 – IRS

Fevereiro 21, 2012

O meu marido faleceu em Maio de 2011.Ambos obtivemos rendimentos de trabalho dependente. Como apresento a declaração?
– Desde 2001, só se entrega uma declaração, porque o regime de fraccionamento dos rendimentos foi eliminadio. Assim, a totalidade dos rendimentos obtidos pelo agregado familiar é englobada em nome do cônjuge viúvo.


Post nº 2/12 – IRS

Fevereiro 18, 2012

Algumas perguntas mais frequentes vão começar a ser publicadas.
1ª- O meu filho terminou a licenciatura em Agosto de 2011 e iniciou um estágio profissional. Pode ser incluído no meu IRS ou tem de preencher um sozinho?
– O seu filho é dependente se a 31 de Dezembro de 2011 tiver, no máximo, 25 anos e rendimentos aé ao valor anual de 6790 euros ( valor anual da remuneração mínima mensal). Se não obedecer a estes requisitos terá de entregar sozinho. Não esquecer que nos ‘ estágios profissionais’ os montantes pagos estão sujeitos a retenção no fonte e é portanto obrigatório a sua declaração. A declaração dos montantes pagos é entregue pela entidade que faz o pagamento.


POST Nº 1/12 – IRS

Fevereiro 18, 2012

A primeira fase para os contribuintes que entregam a declaração em papel decorre durante o mês de Março. A segunda fase vai de 1 a 30 de Abril.
Quem entrega a declaração pela Net, deve fazê-lo em Abril, se só tem rendimentos da categoria A ou H, ou em Maio, caso receba rendimentos de outras categorias.